Onde quer que você esteja, esteja por inteiro


Edileide Castro

PensandoA cada dia aumenta o número de pessoas que se tornam dependentes de psicotrópicos, que tem uma qualidade de vida decadente e não conseguem ver uma saída para melhorar seu dia a dia. Talvez você esteja dentre estes e nem mesmo perceba. Uma das causas mais comuns para esta situação é o acúmulo de emoções, sentimentos e “cargas” do passado ou futuro, que não permitem vivenciar a beleza e a plenitude do seu dia a dia. Faça uma autoavaliação:

Você pensa mais no passado do que no presente? Está preocupado com uma situação que aconteceu ou que pode acontecer? Você frequentemente fala do seu passado, tanto de coisas positivas que fez ou de aspectos negativos? Tem feito do seu dia a dia, um meio somente de alcançar objetivos futuros, que dificilmente chegam?

O passado faz parte da nossa vida, mas no momento em que nos detemos no mesmo, deixamos de usufruir o mais belo presente que recebemos todos os dias, todas as horas, a cada minuto, segundo ou milésimo de segundo da nossa existência: O PRESENTE. O passado e o futuro não estão sob nosso domínio, somente sobre o momento em que vivemos temos o controle. Este sim, precisa ser intencional e merece toda a nossa atenção.

Veja algumas incoerências que muitas vezes acontecem:

  • Os pais estão preocupados com o futuro dos seus filhos e não lhes dão a atenção que eles precisam no presente, para serem uma pessoa mais completa e capaz;
  • Os professores estão preocupados que os alunos passem no vestibular, mas não tratam o ser integral sendo-lhes uma influência positiva em valores que não cessam ao passar no vestibular e que permitam que concluam a faculdade e sejam pessoas de bem;
  • Você pode estar muito preocupado com um amigo doente, mas não lhe dá um telefonema ou faz uma visita para dizer-lhe como ele é querido;
  • Você tem uma tarefa para realizar, passa horas lamentando ou preocupado com as consequências de não tê-la realizado, mas mantem-se inerte, sofrendo sem tomar atitude;
  • Você está num emprego, não está satisfeito e não deseja continuar ali, anda tão preocupado com isso que se torna um funcionário com baixa permormance e consequentemente terá dificuldade de conseguir um novo emprego.

A grande questão é que as atitudes fazem a diferença e as mesmas são vivenciadas somente no presente. É agora (presente) que sentimos, que realizamos, que fazemos acontecer, que fazemos a diferença para nós mesmos e para as pessoas que nos rodeiam. Muito sofrimento é causado pelo estar "aqui" embora se deseje estar "lá", ou por se estar no presente de­sejando estar no futuro ou passado. Esta divisão, falta de senso de realidade, divide a pessoa por dentro, trazendo frustração e infelicidade. Em certos momentos, aceitar a realidade, o presente, e usufruir o melhor é a única saída para a felicidade.

Se você tem dificuldade de se observar, constate isso observando à sua volta aquelas pessoas que têm uma forte tendência para se apegar ao passado, vejam como pouco realizam no presente e normalmente são mal humoradas e infelizes.

Mas o que fazer com este passado? Deixá-lo lá, no passado, trazendo para o presente somente o que for relevante. Sinta o poder do momento presente e a plenitude do Ser. Sinta a sua presença, com seus desafios e conquistas. Ao sentir sua presença poderá apropriar-se de fatos ou situações onde pode posicionar-se e ter uma atitude diferente. Pois cada dia que continua com a mesma atitude, naturalmente terá os mesmos resultados. É agora que ocorre a mudança ou a continuidade de um padrão de pensamentos e atitudes. É comum as pessoas passarem a vida esperando uma oportunidade para começar a viver. E por tanto esperarem não valorizam o que tem no presente, mantendo um estado de frustração e de insatisfação contínuo.

Todos devemos ter foco, objetivos e sonhos, todos no futuro, mas é no agora, que você dá passos para alcançar o SER melhor e o mundo melhor que deseja. A plenitude da vida tem a essência do florescer onde está plantado. Você pode desejar chegar a algum lugar, fazer algo, sentir saudades, mas sua felicidade está na simplicidade do dia a dia, na gratidão pela existência dos momentos que tão rapidamente passam do presente para o passado, mas que deverão ser vividos tão intensamente que farão a diferença em sua vida e na vida dos que o rodeiam. Que neste dia, neste novo dia, você sinta a presença de Deus, que preenche tua vida com paz, alegria e amor. Hoje, agora!

 

João Oliveira Edileide Castro - Pedagoga, Psicanalista Clínica, Escritora, Consultora e Palestrante.

www.edileidecastro.com

edileidecastro@hotmail.com

 

 

 

blog comments powered by Disqus