Interações com a língua: atividades que desenvolvem oralidade, escrita e leitura

“... Aprender a ler, a escrever, alfabetizar-se  é, antes de mais nada, aprender a ler o mundo, compreender o seu contexto, não numa manipulação mecânica de palavras, mas numa relação dinâmica que vincula linguagem e realidade.”
(Paulo Freire)

SAo se falar em alfabetização, o que deve vir a mente são os três eixos norteadores da mesma: a oralidade, a escrita e a leitura. Uma está ligada a outra incondicionalmente. Alfabetizar é levar a criança a ter prazer, gostar de falar, escrever e ler. Então, alfabetizar não é simplesmente decodificar códigos, símbolos, mas sim decodificar e interpretar o significado, fazer uma análise crítica de algo.

Inscreva-se!

Encontro Insulano de Educadores

Planejamento por Sequência Didática na Educação Infantil

Postado em 29 de setembro de 2014

“Sequência didática para Educação Infantil é uma ferramenta que deve e que precisa entrar de uma vez nas rotinas de creches e centros de Educação Infantil, senão, corremos o risco de deixar na infância das crianças, marcas de uma escola que não leva a descobertas, a dúvidas, a sonhos.”

Trata-se de sequência didática, uma forma organizada sequencialmente para desenvolver saberes vários no universo infantil. A sequência didática tem a intenção de estruturar um trabalho mais organizado e mais pertinente a esta criança de hoje - que tem contato com inúmeras fontes, mas que não tem um  trabalho estruturado, no sentido de dar organicidade a tudo que ela vê, consome, sente e faz o dia inteiro.

Leia mais

Motivação no processo ensino-aprendizagem

"A motivação é fator que influencia o desenvolvimento: se a motivação é grande, a criança irá se esforçar para fazer as coisas mais complexas." (FRIEDMANN, p. 66, 1996) 

ProfessoraA aprendizagem depende da motivação, do interesse e da necessidade da criança. Para que haja desenvolvimento afetivo e cognitivo, deve-se encorajar a criança à autonomia e pensamento crítico, levando em consideração o fato de o desenvolvimento depender do equilíbrio afetivo.

Leia mais

Capacite e motive sua equipe!

Palestras

Prêmio juíza Patrícia Acioli de Direitos Humanos

Concorra com ideias criativas sobre Direitos Humanos. Lembre-se: Direitos Humanos – Dever de todos.

Com objetivo de homenagear a memória da juíza Patrícia Acioli – assassinada em 2011 – e dar continuidade à luta da magistrada em prol da dignidade humana, a Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) criou, em 2012, o Prêmio Juíza Patrícia Acioli de Direitos Humanos.

A premiação tem o intuito de promover um mergulho no amplo universo da Cidadania, através do fortalecimento do diálogo entre o Judiciário e a sociedade. A Constituição garante a todos o direito à vida, à liberdade, à igualdade e à segurança. O objetivo do Prêmio é justamente defender que esses direitos sejam respeitados.